You are currently viewing Entenda a importância do tratamento individualizado

Vamos repetir aqui: cada pessoa é única, e assim deve ser tratada? Por que digo isso? Porque cada vez mais é necessário que o profissional de saúde use o tratamento individualizado em suas abordagens.

Há algum tempo era comum o profissional receitar para vários pacientes sempre a mesma coisa. Tem doença X, recebe o medicamento Y. Quase como em uma linha de produção.

Mas com o passar do tempo, se viu que cada pessoa poderia manifestar a mesma doença, mas de forma diferente, ou apresentar respostas diferentes a mesma medicação. E isso requeria uma abordagem diferente de atendimento.

É aí que entra a chamada Medicina de Precisão, que se baseia em uma boa anamnese, exames, e investigações para determinar qual o melhor tratamento para cada pessoa, e que será feito sob medida.

Ficou interessado nesse tema? Então confira o artigo que preparei a seguir sobre tratamento individualizado.

O que é a medicina de precisão?

A medicina de precisão pode ser classificada como uma abordagem emergente para o tratamento e prevenção de doenças que leva em consideração a variabilidade individual nos genes, ambiente e estilo de vida de cada pessoa.

Para isso, os profissionais médicos que a adotam, adaptaram suas recomendações a fatores individuais, como idade e sexo, preferências do paciente, níveis de mobilidade, condições preexistentes e outras circunstâncias atenuantes por muitos e muitos anos.

Essa medicina personalizada baseada no tratamento individualizado, por se basear na composição genética única de cada paciente, está começando a superar as limitações da medicina tradicional. 

Cada vez mais, está permitindo que os profissionais de saúde:

  • Mudem a ênfase na medicina da reação para a prevenção
  • Possam prever suscetibilidade a doenças
  • Melhora a detecção de doenças
  • Antecipa a progressão da doença
  • Personaliza estratégias de prevenção de doenças
  • Permite prescrever medicamentos mais eficazes
  • Evita prescrever medicamentos com efeitos colaterais previsíveis
  • Reduz o tempo, custo e taxa de falha de testes clínicos farmacêuticos
  • Elimina as ineficiências de tentativa e erro que aumentam os custos de saúde e prejudicam o atendimento ao paciente.

Leia também::: Saúde mental e cardiovascular estão interligadas

O que é o tratamento individualizado?

Cada indivíduo é único e tendo isso como premissa, já podemos confirmar que nenhum tratamento é igual ao outro. 

Pacientes podem apresentar quadros clínicos semelhantes, mas a fonte daquela situação ser diferente. 

Por exemplo, uma pessoa com colesterol alto pode estar consumindo muito carboidrato, mas também pode estar metabolizando mal a gordura. 

Ou seja, se olhar apenas os níveis de colesterol alto, o tipo de tratamento será o mesmo. E era isso que acontecia antes. Mas o que estávamos fazendo? Apenas tratando as consequências.

A partir de um tratamento individualizado e apoiado em exames laboratoriais e de uma boa anamnese, papel do médico investigar as causas desse colesterol alto, e então tratar essa causa, e não apenas o efeito.

E como no caso do colesterol, várias podem ser as causas, e por isso é de fundamental importância o tratamento individualizado, analisando individualmente cada paciente.

Aliadas são imbatíveis

Ao aliar o tratamento individualizado à medicina de precisão, os resultados são imbatíveis. Dessa forma mais que tratar os sintomas, o profissional fará uma ampla investigação das causas e usará a melhor abordagem clínica para tratamento.

Além disso, é importante também avaliar como o paciente se comporta com o tratamento. Como exemplo, tive uma paciente para a qual receitei o uso do magnésio, mas ela disse que isso lhe causava muito sono, por uma hipersensibilidade diurna.

Então, a recomendação foi que ela tomasse a suplementação de magnésio à noite, e que isso auxiliaria também ela a dormir melhor.

Ou seja, por meio de um tratamento individualizado, foi possível otimizar o uso dessa suplementação de acordo com características bem particulares da paciente.

Poderia trazer aqui inúmeros outros exemplos, e inclusive você deve conhecer alguns. Afinal de contas, o que não faltam por aí são relatos de abordagens terapêuticas que foram muito boas para um paciente, mas que não apresentaram nenhuma reação em outro.

E isso acontece, novamente, porque cada pessoa é única. Aspectos gerais do dia a dia tem um impacto importante na saúde do indivíduo. E a melhor forma de conhecer isso é por meio do tratamento individualizado.

Leia também::: Você sabe o que é consulta cardiológica integrativa?

Cuide da sua saúde

Felizmente, vemos cada vez mais os profissionais de saúde, das mais diferentes áreas, adotando uma abordagem de tratamento individualizado.

E isso vem representando significativos avanços na qualidade de vida dos pacientes, que passam a ser tratados não por suas doenças, mas pelas causas que a desencadearam.

Espero que tenha gostado do artigo sobre tratamento individualizado. E para mais dicas e informações, siga meu canal do Youtube. Lá estou sempre compartilhando muitas novidades!