Extrato de bergamota e colesterol: conheça os efeitos

Você conhece os efeitos do extrato de bergamota e colesterol? Mas não estou falando daquela fruta comum no Sul, e que no Sudeste é chamada de mexerica.

Falo da bergamota que é produzida na Itália, na região da Calabria, cujo nome científico é Citrus bergamia. Ela tem inúmeros benefícios no combate ao colesterol, comprovado por diversos estudos científicos.

Quer saber mais sobre esse potente agente na melhora da saúde cardiovascular? Confere então o artigo abaixo!

O que é o extrato de bergamota?

O extrato de bergamota é extraído dessa fruta maravilhosa de origem italiana. Ela lembra uma laranja verde, com a casca toda enrugada, mas que por dentro tem uma coloração vermelha.

Essa fruta é uma super-heroína quando falamos em saúde cardiovascular. Isso se deve a sua altíssima concentração de polifenóis. Entre eles, estão flavanóides como: 

  • Neodesmina
  • Neohispiridina
  • Neoeriocitrina
  • Narigina 

Além de alguns que inibem a HMG-CoA redutase. Ou seja, assim como algumas estatinas, como a melitidina e a brutieridina.

Ele melhora a qualidade do colesterol, o que é ainda mais importante.

Leia também::: Cacau e saúde cardiovascular: um amigo do coração

Biodisponibilidade

Aqui no Brasil temos a grata felicidade de ter o melhor extrato de bergamota do mundo, que é o VASGUARD. 

No Brasil, ele é trazido pela Ibero Magistral. Ela é uma fábrica italiana e que possui uma das melhores tecnologias para extração dos polifenóis da bergamota. Isso aumenta e muito sua biodisponibilidade. 

Até temos alguns outros extratos de bergamota no mercado, mas com uma biodisponibilidade muito ruim. 

E isso faz com que a absorção desse nutriente, desse ativo em si, fica dificultada no nosso organismo.

Antes da chegada do VAZQUARD, tínhamos essa grande dificuldade no Brasil. Em resumo, haviam produtos com baixa disponibilidade no mercado, e que não acabam entregando todos os benefícios possíveis do extrato de bergamota. 

Quais os benefícios do extrato de bergamota e colesterol?

Existem vários estudos clínicos randomizados e controlados, feitos com o VAZGUARD, demonstrando que ele consegue diminuir o nosso LDL Colesterol. Mas isso não é o principal: ele consegue diminuir o LDL pequeno e denso, que é o principal tipo de colesterol heterogênico que existe. 

Mais incrível ainda! Existem estudos que comprovaram a redução da oxidação do LDL e queda da PCRu. 

Por exemplo, há estudos demonstrando que 1000mg por dia equivale a 10mg de Rosuvastatina (a estatina mais potente), podendo ser utilizado como um “poupador” de estatina.

Além disso, ele diminui o colesterol remanescente, que é outro tipo de colesterol horroroso, que aumenta muito o risco de heterogênese. Ou seja, aumenta o risco de formação de placas de ateroma. 

Só que mais legal ainda é que o VAZGUARD proporciona o aumento do HDL Colesterol. Ou seja, o aumento da apolipoproteína A, melhora a correlação do APO B e APO A, que sempre falo para vocês nos meus vídeos no Youtube.

O VAZGUARD tem esse potencial benefício demonstrado cientificamente. 

Benefícios para o organismo

Além disso, diferente da estatina que não aumenta o HDL, que não aumenta a apolipoproteína A, o extrato de bergamota tem um potencial de redução dos triglicérides. 

Bem como, também reduz a esteatose hepática, que é a gordura no fígado, que é a principal gordura e que mais produz citocinas inflamatórias, 

Também aumenta o HDL, reduz glicemia e insulinemia. Além disso, também tem benefício na resistência insulínica, tudo isso com pesquisas clínicas comprovadas.

Cuide do seu coração

O extrato de bergamota é um ativo que uso muito na minha prática clínica. Considero um ativo coringa de fundamental importância de vários pacientes e que vale super a pena conhecer ele.

Mas antes de sair tomando extrato de bergamota, consulte seu médico. Ou seja, ele vai te orientar sobre a suplementação correta, e jamais troque sua estatina sozinho.

Espero que tenha gostado do artigo sobre extrato de bergamota e colesterol. E lembre-se: não brinque com seu coração!