Mitos e verdades sobre a saúde do coração

Como todo órgão, há muitos mitos e verdades sobre a saúde do coração. E dessa forma, é fundamental saber diferenciar o que realmente é prejudicial, daquilo que faz bem.

É sempre importante fazer tudo o que pudermos para manter nossos corações saudáveis ​​e fortes. Mas com todos os fatores que contribuem para essa saúde, pode ser difícil entender a melhor forma de gerenciar a todas elas.

Dessa forma, vamos tentar esclarecer alguns mitos e verdades sobre a saúde do coração. 

Os sintomas do ataque cardíaco são iguais para todos

Mito: Homens e mulheres apresentam sintomas de ataque cardíaco de maneiras bem diferentes. A imagem tradicional de um homem segurando o peito de dor é o que muitos homens experimentam. 

Mas as mulheres muitas vezes não sentem dor torácica aguda no início de um ataque cardíaco. Os sintomas de uma mulher costumam se manifestar mais lentamente e podem passar, se repetir ou aumentar com o tempo. 

Para as mulheres, os sintomas de um ataque cardíaco são dor aguda no braço, pescoço ou mandíbula, indigestão, náuseas/vômitos e falta de ar súbita.

Não há nada que você possa fazer para prevenir doenças cardíacas

Mito: as doenças cardíacas podem ser a principal causa de morte para homens e mulheres, mas há muitos passos que você pode tomar para reduzir o risco. 

Manter a pressão sanguínea e os níveis de colesterol saudáveis ​​por meio de exercícios, uma dieta saudável, não fumar e controlar o estresse e a ansiedade podem ajudar a reduzir o risco de doenças cardíacas.

As doenças cardíacas são um problema dos homens

Mito: as mulheres superam os homens na morte por ataque cardíaco. De acordo com a The American Heart Association, aqui estão três razões:

  • Os sintomas que as mulheres apresentam são diferentes dos homens
  • A taxa em que as mulheres relatam sintomas é inferior à dos homens
  • As intervenções médicas e medicamentosas para o tratamento podem ter um impacto adverso na saúde da mulher a curto prazo, apesar da alta taxa de sobrevivência, se usadas.

Fatores adicionais que influenciam a saúde cardíaca de uma mulher incluem biologia, realidade psicossocial e efeitos da menopausa. 

A maioria dos estudos sobre a saúde do coração foi feita em homens, que não experimentam as mudanças no corpo provocadas pela menopausa. 

Ou seja, a complexa influência do estrogênio na saúde do coração não é totalmente conhecida, e é difícil diferenciar dos efeitos do envelhecimento na saúde geral.

LEIA TAMBÉM>>> Estresse eleva risco de infarto, aponta estudo

O colesterol total é o único número que importa

Mito: O colesterol total tem sido associado a um risco aumentado de ataque cardíaco e derrame, principalmente quando sobe acima de 200. 

O colesterol total relatado é a soma do colesterol “bom” e “ruim”, e pode não contar toda a história. As diretrizes atuais agora recomendam um painel de colesterol completo para avaliar o risco individual.

Você pode sentir quando tem pressão alta ou colesterol alto

Mito: a maioria das pessoas não sente sintomas de pressão alta ou colesterol alto. É por isso que as doenças cardíacas costumam ser chamadas de assassinos silenciosos. 

É também por isso que é importante verificar regularmente a pressão arterial e o colesterol depois dos 40 anos. E mesmo antes também é importante, principalmente se você estiver sob risco de doença cardíaca ou se tiver histórico familiar de doença cardíaca ou diabetes.

Cuide da saúde do coração

É importante conhecer os sinais de um ataque cardíaco e obter ajuda o mais rápido possível. Os sintomas podem incluir dor no peito, falta de ar e desconforto na parte superior do corpo. 

Náusea ou tontura também podem ser um sinal de um problema cardiovascular. Use o bom senso sobre as escolhas de estilo de vida, dieta, exercícios e descanso para ajudar a prevenir a probabilidade de um ataque cardíaco. Se notar mudanças na maneira como se sente, consulte seu médico e seu cardiologista.

E espero que tenha tirado suas dúvidas sobre a saúde do coração. E caso queira aprofundar ainda mais seu conhecimento ao tema, baixe meu ebook sobre mitos e verdades sobre o coração. Tenho certeza que vai adorar!