You are currently viewing Por que a vitamina K2 é tão benéfica para o coração?

A maioria das pessoas nunca ouviu falar da vitamina K2. No entanto, este poderoso nutriente desempenha um papel essencial em muitos aspectos da sua saúde e por isso está na minha lista de suplementação.

Muitas vezes confundida com a vitamina K1 ou simplesmente esquecida, a vitamina K2 é uma forma única de um micronutriente essencial que desempenha um papel importante na saúde do coração. 

Inclusive, quando falo em suplementação cardiovascular, ela está entre as minhas “queridinhas”, que incluem: 

  • cúrcuma
  • vitamina D
  • vitamina K2
  • magnésio
  • coenzima Q10
  • ômega 3

Mas no artigo de hoje, vou falar sobre a vitamina K2, e porque ela é tão benéfica pra o coração. Boa leitura!

O que é vitamina K?

A vitamina K foi descoberta em 1929 como um nutriente essencial para a coagulação do sangue.

A descoberta inicial foi relatada em uma revista científica alemã, onde foi chamada de “Koagulationsvitamin” – de onde vem o “K”.

Também foi descoberto pelo dentista Weston Price, que viajou o mundo no início do século 20 estudando a relação entre dieta e doença em diferentes populações.

Ele descobriu que as dietas não-industrializadas eram ricas em algum nutriente não identificado, que parecia fornecer proteção contra a cárie dentária e doenças crônicas.

Ele se referiu a esse nutriente misterioso como “ativador X”, que depois passou a ser conhecido como vitamina K2.

Existem duas formas principais de vitamina K:

  • Vitamina K1 (filoquinona): encontrada em alimentos vegetais como folhas verdes.
  • Vitamina K2 (menaquinona): encontrada em alimentos de origem animal e alimentos fermentados

A vitamina K2 pode ser dividida em vários subtipos diferentes, sendo os mais importantes o MK-4 e o MK-7.

Leia também::: Qual a relação entre coenzima Q10 e saúde cardiovascular?

Como elas agem no organismo

A vitamina K ativa proteínas que desempenham um papel na coagulação do sangue, no metabolismo do cálcio e na saúde do coração.

Uma de suas funções mais importantes é regular a deposição de cálcio. 

Em outras palavras, promove a calcificação dos ossos e previne a calcificação dos vasos sanguíneos.

Por exemplo, alguns cientistas sugeriram que as funções das vitaminas K1 e K2 são bastante diferentes, e muitos acham que devem ser classificadas como nutrientes separados.

Esta ideia é apoiada por um estudo que mostra que a vitamina K2 (MK-4) reduziu a calcificação dos vasos sanguíneos, enquanto a vitamina K1 não.

Estudos controlados em pessoas também observam que os suplementos de vitamina K2 geralmente melhoram a saúde óssea e do coração, enquanto a vitamina K1 não tem benefícios significativos.

Os benefícios da K2 para o sistema cardiovascular

O acúmulo de cálcio nas artérias ao redor do coração é um grande fator de risco para doenças cardíacas.

Portanto, qualquer coisa que possa reduzir esse acúmulo de cálcio pode ajudar a prevenir doenças do sistema cardiovascular.

Em um estudo, as pessoas com a maior ingestão de vitamina K2 tinham 52% menos probabilidade de desenvolver calcificação da artéria e um risco 57% menor de morrer de doença cardíaca.

Outro estudo com 16.057 mulheres descobriu que os participantes com a maior ingestão de vitamina K2 tinham um risco muito menor de doenças cardíacas — para cada 10 mcg de K2 consumidos por dia, o risco de doenças cardíacas foi reduzido em 9%.

Além disso, já falei lá no meu canal do Youtube sobre score de cálcio coronário. Este teste verifica o acúmulo de cálcio nas artérias coronárias. 

Uma pontuação mais alta significa que você tem um risco maior de doenças cardíacas. Embora o processo de aterosclerose seja complexo — envolvendo lipídios, inflamação, oxidação e tempo — uma característica importante é a calcificação vascular.

As placas de cálcio nos vasos sanguíneos podem causar bloqueios graves (até fatais), que podem se manifestar como angina, infarto e derrame. 

Portanto, calcificação coronariana é algo que devemos estar atentos e mitigar. E a vitamina K2 ajuda a direcionar o cálcio para lugares corretos e benéficos para a sua saúde (por exemplo, ossos).

Isso o mantém longe dos lugares errados que podem ser prejudiciais para o seu corpo, especialmente tecidos moles como vasos sanguíneos. 

Onde encontrar a K2?

Embora as fontes de vitamina K1 sejam vegetais, os alimentos com vitamina K2 vêm principalmente de fontes animais.

Aí se inclui a gema de ovo, laticínios (por exemplo, manteiga e queijos específicos), frango, e carnes vermelhas. 

Mas, nos alimentos listados acima o percentual de K2 é bastante baixo. Em contrapartida, a vitamina K2 também está em certos alimentos fermentados, sendo o chucrute, o kefir e o nattō (soja fermentada), que são alimentos não tão comuns na nossa cultura.

Dessa forma, a melhor maneira de manter níveis adequados de vitamina K2 no organismo é por meio da suplementação.

Embora a segurança seja excelente para a vitamina K2, é sempre prudente discutir qualquer alteração importante na dieta ou suplementação com um profissional de saúde. 

Leia também::: Existe cura para a pressão alta?

Cuide do seu coração

Lembre-se de que a vitamina K2 é essencialmente o “introdutor” que direciona o cálcio para todos os lugares certos (ossos), enquanto evita os lugares errados, como nossas artérias. 

Portanto, apoiar um microbioma intestinal saudável, consumir alimentos ricos em menaquinona e incorporar uma suplementação de vitamina K2 são três maneiras práticas de garantir que você está incluindo essa forma importante de vitamina K em sua vida.

Dessa forma, você cuida da sua saúde e também do seu coração. E caso queira mais dicas e informações sobre saúde cardiovascular e suplementação, siga meu canal no Youtube!

NÃO BRINQUE COM SEU CORAÇÃO!♥