O que fazer para prevenir as doenças do coração?

Prevenir as doenças do coração começa pelos seus hábitos de vida.

Somos levados a acreditar que um ataque cardíaco é questão de azar. Ou, mesmo, uma questão meramente genética.

Ver uma pessoa da família sofrer emergência cardíaca acende o alerta da mudança de hábitos. Mas, a verdade é que ninguém está livre de sofrer um ataque cardíaco.

Já falamos aqui no blog sobre os sintomas de doenças cardiovasculares. No entanto, sabemos que as doenças do coração nem sempre enviam sinais.

A chegada súbita de um infarto pode custar a sua vida.

Mesmo que você não tenha tendências genéticas a sofrer com doenças do coração, é altamente recomendável que adote hoje mesmo hábitos de vida mais saudáveis.

Atividade física, sempre

Você não precisa ser um atleta. Basta adicionar alguns minutos de caminhada por dia com alguma regularidade para contar com os benefícios da atividade física. Ou, qualquer outro exercício que seja da sua preferência, preferencialmente aeróbico.

A atividade física ajuda a regular o estresse, fator de altíssimo risco para desenvolver infarto (60%). Além disso, auxilia a reduzir a tensão arterial, melhora a absorção do oxigênio pelo corpo e melhora a qualidade do sono.

Na média, quem pratica atividade física vê o risco de um infarto reduzido em 14%.

Durma bem

A insônia é uma grande inimiga do seu coração. Isso porque aumenta as chances de qualquer pessoa sofrer hipertensão, condição estreitamente relacionada ao infarto.

Além disso, quanto menos você dorme, maior a sua necessidade de carboidratos simples e açúcar no sangue. Isso pode levar a compulsão alimentar e estimular uma situação de obesidade.

E a obesidade, como sabemos, é um fator de risco para desenvolver doenças do coração.

Emagreça

O simples fato de estar obeso já eleva os riscos de qualquer pessoa sofrer com doenças do coração. Aqui, ressalto o perigo da obesidade abdominal, que é ainda mais sério para a saúde cardiovascular do que a obesidade corporal total.

No homem, a circunferência abdominal deve ser igual ou menor a 90cm, enquanto na mulher deve ser igual ou menor a 80cm.

A obesidade pode levar a muitas outras condições que também são de risco para as doenças cardiovasculares, como hipertensão, aumento da taxa de colesterol, de triglicérides e desenvolvimento da diabetes.

Abandone o cigarro

Não existem níveis seguros para o tabagismo quando falamos em prevenir as doenças cardiovasculares. De acordo com uma meta-análise publicada em 2018 no BMJ, que analisou 55 publicações sobre o assunto, os riscos não diminuem proporcionalmente conforme a diminuição dos cigarros.

Entre os homens, o risco relativo de doença cardíaca coronária foi de 1,48 ao considerar um único cigarro por dia, enquanto fumar 20 cigarros por dia elevou o índice para 2,04.

Já entre as mulheres, um único cigarro por dia significava 1,57 de risco e, 20 cigarros, 2,84.

Assim, quem deseja passar longe das doenças do coração precisa largar de vez o cigarro.

Ao adotar esses hábitos, você faz um bem enorme à sua saúde. O seu coração agradece!

Espero ter esclarecido sobre o que fazer para prevenir as doenças do coração.

Até a próxima!