You are currently viewing Quais exames avaliam a inflamação subclínica crônica?

A inflamação subclínica crônica é uma condição grave e silenciosa e que aumenta em muito os riscos de uma doença cardiovascular. Por isso, detectá-la por meio de exames pode fazer toda a diferença no tratamento.

A boa notícia é que podemos descobri-la com exames que até mesmo o seu convênio paga. Ou seja, não é necessário nada de outro mundo para que a informação subclínica crônica seja detectada. 

Mas quais são esses exames laboratoriais que avaliam essa inflamação? Confira o artigo abaixo e tire suas dúvidas agora mesmo!

O que é a inflamação subclínica crônica?

Antes de falar sobre os exames para detectar a inflamação subclínica crônica, vamos entender melhor o que ela é de fato.

Todo corpo passa por momentos de inflamação, e é um mecanismo de autodefesa natural do nosso organismo. Porém, existem dois tipos de inflamação. 

A inflamação aguda ocorre quando a resposta imunológica do corpo entra em ação para combater uma infecção ou lesão. É localizada, de curto prazo e parte de um sistema imunológico saudável. 

A inflamação crônica subclínica, ou silenciosa, não é considerada saudável. É uma inflamação de baixo grau que se prolonga por meses ou até anos em todo o corpo. 

Pode ser causada por doenças autoimunes como artrite reumatoide ou esclerose múltipla, estresse físico ou outras causas. 

Leia também::: Qual a relação entre coenzima Q10 e saúde cardiovascular?

Como detectar a inflamação?

Para detectar a inflamação subclínica crônica, alguns exames podem ser realizados e que vão montando o quebra-cabeça para podermos avaliar o perfil inflamatório do paciente.

A chave principal desse inflamograma é a Proteína C-reativa supersensível, ou o popular PCR. Essa proteína tem valores de referência que variam de laboratório para laboratório.

Essa proteína sintetiza a inflamação subclínica crônica e dependendo dos valores encontrados no exame, podem indicar sua presença.

Mas há outros marcadores que também precisam de atenção. Entre eles estão:

  • Homocisteína
  • Ferritina
  • Gama GT
  • RDW
  • Fibrinogênio

Há também outros exames, fora do convênio médico, que também contribuem para a detecção da inflamação crônica subclínica. Esses exames são:

  • Aferição da IL-6
  • TNF Alpha
  • IL-1 Beta

Esses exames são mais caros, mas são importantes para avaliarmos as citocinas inflamatórias.

Como é o tratamento

E ao analisar o resultado desses exames é possível avaliar a inflamação crônica subclínica e iniciar a intervenção médica, que será multidisciplinar e irá variar de caso para caso.

Mas algo importantíssimo é já entrar com uma alimentação anti-inflamatória, que inclui o corte de todo alimento processado, açucarado e com gorduras trans. É comer comida de verdade, sempre orientado por um nutricionista. 

A prática de exercícios físicos também é algo essencial, já que isso reduzirá a quantidade de gordura do seu corpo e também lhe dará mais músculos. Como resultado haverá uma diminuição de citocinas inflamatórias e aumentará a produção de citocinas anti-inflamatórias.

Consumir fontes ricas de Ômega-3, seja na alimentação ou por suplementação, também é importante. Isso vai equilibrar o balanço entre Ômega-3 e Ômega-6.

Há ainda outros suplementos que podem ajudar nessa anti-inflamação, tais como a curcumina, o ácido alfa-lipóico, berberine, entre outros.

Leia também::: Por que a vitamina K2 é tão benéfica para o coração?

Cuide da sua saúde

Como você acompanhou, detectar a inflamação subclínica crônica é de fundamental importância para evitar consequências mais graves ao seu organismo. E essa avaliação pode ser feita por exames solicitados pelo seu médico.


E a partir da detecção da inflamação, deve-se iniciar a mudança no estilo de vida. Essa mudança, aliada à suplementação recomendada pelo profissional de saúde, é o primeiro passo para reconquistar a saúde e dar fim a essa inflamação.

Espero que tenha gostado do artigo sobre quais exames avaliam a inflamação subclínica crônica. E para mais dicas e muita informação, siga também meu canal no Youtube!

E lembre-se sempre: NÃO BRINQUE COM SEU CORAÇÃO!❤