Quais os principais suplementos para o coração?

Suplementos para o coração realmente são indicados? A resposta é sim, mas como toda suplementação, ela deve ser feita com recomendação médica.

O coração é um dos órgãos mais importantes, pois bombeia o sangue pelo corpo, levando oxigênio e nutrientes às células e removendo resíduos. Pode ser pequeno, pouco maior que um punho, mas quando o coração sofre, todo o corpo sofre. 

Nesse sentido, manter sua saúde em dia é vital. E alguns suplementos podem contribuir para seu melhor funcionamento, garantindo que ele funcione como realmente deve ser.

Abaixo, preparei uma lista dos suplementos para o coração que podem ser indicados. Vamos conferir?

1. Coenzima Q10 (Co Q10)

A coenzima Q10 (CoQ10) é uma substância semelhante a uma vitamina. É encontrado em todas as células do corpo. Nosso corpo produz CoQ10 e suas células a utilizam para produzir energia de que seu corpo necessita para o crescimento e manutenção celular. 

Ela também funciona como um  antioxidante, que protege o corpo contra danos causados ​​por moléculas prejudiciais. A CoQ10 está naturalmente presente em pequenas quantidades em uma ampla variedade de alimentos, mas os níveis são particularmente elevados em carnes como coração, fígado, bem como carne bovina, óleo de soja, sardinha, cavala e amendoim.

As coenzimas ajudam as enzimas a trabalhar para ajudar a proteger o coração e os músculos esqueléticos. Por exemplo, a CoQ10 também ajuda a insuficiência cardíaca, além de aumentar a energia e acelerar a recuperação do exercício. Mas algumas pessoas a tomam para ajudar a reduzir os efeitos de certos medicamentos no coração, músculos e outros órgãos.

2. Ácidos graxos ômega-3

Os ácidos graxos poliinsaturados ômega-3 são figurinhas certas quando falamos em suplementos para o coração. São encontrados no óleo de certos tipos de peixes, vegetais e outras fontes vegetais. 

Esses ácidos graxos não são produzidos pelo corpo e devem ser consumidos na dieta ou por meio de suplementos, geralmente “óleo de peixe”. Eles atuam diminuindo a produção de triglicerídeos do corpo. Altos níveis de triglicerídeos podem causar doenças da artéria coronária, doenças cardíacas e derrame. 

O ômega-3 usado ​​junto com dieta e exercícios ajudam a reduzir os níveis de triglicerídeos no sangue.

Leia também:::: O que fazer para prevenir as doenças do coração?

3. Magnésio

Os baixos níveis de magnésio podem ser um indicador de doenças cardíacas, revelaram as pesquisas. O baixo magnésio tem sido associado a fatores de risco cardiovascular, tais como: 

  • Hipertensão 
  • Formação de placa arterial
  • Calcificação de tecidos moles
  • Colesterol 
  • Endurecimento das artérias

Sobretudo, os suplementos de magnésio vêm em várias formas e combinações de minerais, como citrato de magnésio, gluconato de magnésio, hidróxido de magnésio e a forma popular de sulfato de magnésio.

Suplementação para o coração só com indicação médica

O coração é um órgão essencial para nossa vida e, seu funcionamento perfeito garantirá que todo nosso corpo receba a oxigenação necessária. Uma falha, por menor que seja, pode ter sérias consequências.

A suplementação é um passo importante. Mas antes dela é importante conseguir os nutrientes necessários por meio de uma nutrição adequada. Aliado a isso, a prática de atividades físicas regulares farão esse pequeno órgão se tornar ainda mais forte.

Contudo, caso precise de suplementos para o coração, jamais faça isso por conta própria. A prescrição médica é de fundamental importância, para garantir que você tenha as dosagens ideais em seu corpo.

Para compreender melhor também a saúde do seu coração, confira o e-book que preparei sobre o tema. Basta clicar no botão abaixo e acessá-lo agora mesmo!