You are currently viewing Qual a relação entre coenzima Q10 e saúde cardiovascular?

A coenzima Q10 está entre os principais suplementos para quem deseja uma boa saúde cardiovascular. E por falta de conhecimento, fui daqueles que já a criticou lá atrás.

Mas quando passei a pesquisar sobre ela, conhecer mais os efeitos benéficos da coenzima Q10 no organismo, mudei completamente minha visão.

Não é à toa que já falei sobre ela em algumas postagens no meu Instagram, e também já fiz vídeos falando dos seus benefícios.

E para que você também saiba mais sobre esses benefícios que coenzima Q10 proporciona à saúde cardiovascular, confira o artigo abaixo!

O que é a coenzima Q10?

Encontrada em quase todas as células do corpo, a coenzima Q 10 (CoQ10) é uma substância semelhante a uma vitamina, solúvel em gordura, que ajuda a converter os alimentos em energia. 

Acima de tudo, é um poderoso antioxidante que protege contra os danos dos radicais livres tóxicos, a CoQ10 é produzida pelo corpo e também é encontrada em muitos alimentos.

É possível encontrá-la com níveis mais elevados em carnes como fígado ou rins, bem como sardinhas, cavala, frango, couve-flor, brócolis e aspargos.

Formas existentes

Existem duas formas de CoQ10: ubiquinona e ubiquinol. Ubiquinol, a forma antioxidante ativa da CoQ10, é feita no corpo a partir da ubiquinona. 

À medida que envelhecemos, os níveis de ambas as formas diminuem. Já aos 20 anos, a quantidade de ubiquinona que nosso corpo produz começa a cair. 

Para agravar o problema, o corpo também perde sua capacidade de produzir ubiquinol a partir da ubiquinona. 

Um simples exame de sangue pode medir os níveis de CoQ10. Ou seja, a falta desse antioxidante pode levar ao estresse oxidativo, o que aumenta o risco de uma série de distúrbios, incluindo doenças cardiovasculares. 

Pesquisas recentes relacionam baixos níveis de CoQ10 no sangue com baixos níveis de colesterol “bom” protetor do coração. 

Isso, por sua vez, podem aumentar ainda mais o risco de doenças cardíacas. As estatinas redutoras de colesterol também podem reduzir os níveis sanguíneos de CoQ10.

Assista também::: A conenzima Q10 na cardiologia

Benefícios da coenzima Q10

A coenzima Q10 proporciona diversos benefícios ao corpo e à saúde cardiovascular. Entre os principais, estão:

Tratamento da insuficiência cardíaca

A insuficiência cardíaca é muitas vezes uma consequência de outras doenças ligadas ao sistema cardiovascular, como doença arterial coronariana ou pressão alta.

Essas condições podem levar ao aumento do dano oxidativo e inflamação dos vasos sanguíneos. 

Por exemplo, a insuficiência cardíaca ocorre quando esses problemas afetam o coração a ponto de ele ser incapaz de se contrair, relaxar ou bombear o sangue regularmente pelo corpo.

Para piorar a situação, alguns tratamentos para insuficiência cardíaca têm efeitos colaterais indesejáveis, como pressão arterial baixa, enquanto outros podem reduzir ainda mais os níveis de CoQ10.

Em um estudo com 420 pessoas com insuficiência cardíaca, o tratamento com CoQ10 por dois anos melhorou seus sintomas e reduziu o risco de morrer em decorrência de problemas cardíacos.

Além disso, outro estudo tratou 641 pessoas com CoQ10 ou um placebo por um ano. No final do estudo, aqueles no grupo CoQ10 foram hospitalizados com menos frequência por agravamento da insuficiência cardíaca e tiveram menos complicações graves.

Ou seja, o tratamento com CoQ10 pode ajudar a restaurar os níveis ideais de produção de energia, reduzir o dano oxidativo e melhorar a função cardíaca, todos os quais podem ajudar no tratamento da insuficiência cardíaca.

Sintomas musculares relacionados à estatina

Embora a terapia com estatina possa reduzir significativamente o risco de infarto e derrame, uma boa parcela dos pacientes desistem do tratamento em seis meses devido a efeitos colaterais, como dores musculares e fraqueza. 

Além disso, em outro estudo clínico randomizado de 2014, 75% dos usuários de estatina com sintomas musculares relataram redução da dor após tomar CoQ10 duas vezes ao dia por 30 dias, contra melhora zero no grupo de placebo. 

Os pesquisadores concluíram que a combinação da terapia com estatinas com suplementos de CoQ10 pode levar a uma maior adesão ao tratamento.

Após o infarto

Em um ensaio clínico randomizado, os pacientes que receberam CoQ10 logo após um infarto tiveram uma taxa muito menor de eventos cardíacos subsequentes no ano seguinte do que um grupo de controle (24,6% versus 45%). 

Cerca de metade dos pacientes em ambos os grupos também estavam tomando uma medicação com estatina. Isso levou os pesquisadores a relatar que o tratamento com CoQ10 em pacientes com infarto recente pode ser benéfico em pacientes com alto risco de aterotrombose, apesar da terapia de redução de lipídios ideal.

Leia também::: Hormônios e saúde cardiovascular: entenda a relação

A suplementação com coenzima Q10

Como disse no início, já fui um cardiologista que criticava a suplementação com coenzima Q10, por pura falta de conhecimento.

Mas hoje vejo ela como um aliado fundamental para a melhoria da saúde cardiovascular. Afinal de contas, são diversos os estudos existentes comprovando os benefícios, que justificam seu uso.

Mas, como todo suplemento, ele só deve ser usado com indicação médica ou de outro profissional de saúde. Ele saberá indicar a dose ideal às suas necessidades.

Espero que o artigo sobre a coenzima Q10 tenha mostrando os benefícios para a saúde cardiovascular. E se quiser mais informações e dicas para sua saúde, siga meu canal no Youtube. Lá tem sempre vídeos novos que preparo com muito carinho e informação!

E lembre-se: NÃO BRINQUE COM SEU CORAÇÃO!❤