Qual é a relação entre pressão alta e colesterol?

Quando se trata de saúde cardíaca, pressão arterial e colesterol estão entre os tópicos mais populares, mas como eles estão relacionados?

Mesmo que seus níveis de colesterol e pressão arterial estejam apenas ligeiramente elevados, quando ambos estão presentes em seu corpo, eles podem interagir uns com os outros para danificar mais rapidamente seus vasos sanguíneos e seu coração. 

Se não forem controlados, eles acabam criando o cenário para um ataque cardíaco e derrame, bem como outros problemas, como mau funcionamento renal e perda de visão.

Se você já foi diagnosticado com colesterol alto, observe os números da pressão arterial. Esses dois fatores de risco gostam de ficar juntos. 

Pressão alta e colesterol

Se você foi diagnosticado com colesterol alto, significa que você tem mais níveis desta substância no sangue do que o que é considerado saudável. O colesterol é um tipo de substância gordurosa que nosso corpo usa para criar certos hormônios e para construir células. Nós fabricamos parte dela em nossos corpos e a obtemos dos alimentos que comemos.

Porém, o colesterol em excesso adere às paredes das artérias e, com o tempo, pode criar um acúmulo de gordura em placas inflexíveis que podem danificar as artérias. Essa placa pode fazer com que suas artérias fiquem rígidas e estreitas, dificultando a passagem do sangue. 

Por sua vez, a pressão alta, ou hipertensão, ocorre quando a força do sangue empurrando a parede dos vasos sanguíneos é constantemente alta demais. 

A exposição prolongada à pressão alta coloca o coração sob pressão adicional e pode eventualmente causar fraqueza e levar a doenças cardiovasculares mais sérias. 

Semelhante às nossas articulações, à medida que envelhecemos, nossas artérias podem se tornar um pouco mais rígidas, o que faz com que a pressão arterial dentro dos vasos suba e pode, portanto, contribuir para a formação de pressão alta. 

Se você tem pressão alta e colesterol alto, seu coração tem que trabalhar mais para bombear o sangue — isso é resultado de artérias estreitas e rígidas que o colesterol alto pode causar. 

Problemas nas artérias

Com o tempo, essa pressão alta danifica suas artérias e outros vasos sanguíneos. Eles simplesmente não são feitos para gerenciar um fluxo sanguíneo de alta pressão constante. Como resultado, eles começam a sofrer rasgos e outros tipos de danos.

E onde ocorrem esses danos são os melhores locais para o acúmulo de colesterol. Isso significa que os danos que a pressão alta cria dentro das artérias e vasos sanguíneos podem realmente levar ao acúmulo de placas e ao estreitamento das artérias devido ao colesterol alto. 

Por sua vez, o coração tem que trabalhar ainda mais para bombear o sangue, sobrecarregando o músculo cardíaco.

As duas condições são como uma equipe de vilões trabalhando juntos para piorar as coisas para o seu coração, artérias e saúde em geral. De fato, com o tempo, a pressão alta e o colesterol podem causar problemas nos olhos, rins, cérebro e outros órgãos também.

LEIA TAMBÉM>>> Conheça alguns sintomas de doenças do coração

Estudos comprovam essa má relação

Há diversos estudos que comprovam essa má relação entre pressão alta e colesterol. Em 2002, pesquisadores separaram os participantes em três grupos de acordo com seus níveis de colesterol (baixo, médio e alto). Eles então testaram a pressão arterial em várias condições de repouso e exercício.

Os resultados mostraram que aqueles com níveis mais altos de colesterol tinham níveis de pressão arterial significativamente mais elevados durante o exercício do que aqueles com níveis mais baixos de colesterol. 

Além disso, os resultados dos estudos mostram que:

  • Os homens com o colesterol total mais alto tiveram um risco 23% aumentado de desenvolver hipertensão em comparação com aqueles com o colesterol total mais baixo.
  • Os homens que tinham os níveis mais altos de colesterol total menos o colesterol HDL tiveram um risco 39% maior de desenvolver hipertensão.
  • Homens que tinham a proporção mais prejudicial de colesterol total para colesterol HDL tiveram um risco 54% maior de desenvolver hipertensão.
  • Os homens que tinham os níveis mais altos de colesterol HDL tinham um risco 32% menor de desenvolver hipertensão.

Os mesmos pesquisadores fizeram um teste semelhante em mulheres com um acompanhamento de cerca de 11 anos e encontraram resultados comparáveis. 

Mulheres saudáveis ​​com níveis mais altos de colesterol eram mais propensas a desenvolver hipertensão no futuro do que aquelas com níveis mais baixos de colesterol.

Cuide do seu corpo

A boa notícia é que pressão alta e colesterol podem ser controláveis. Mas depende da consciência dos pacientes de que possuem o problema e que ele precisa ser tratado. Além disso, é vital aliar uma alimentação balanceada à prática de atividades físicas regulares.

E caso perceba qualquer sintoma, procure seu médico. Ele fará os exames necessários para controle e, em caso de alteração, indicar o melhor tratamento. É recomendado ainda a visita periódica para exames de rotina, mesmo que não sinta alterações.

Portanto, pressão alta e colesterol são diretamente ligadas, mas não significa que você deva sofrer desse mal. E para aprofundar ainda mais seu conhecimento sobre a saúde do coração, baixe meu ebook sobre Mitos e Verdades sobre o Coração.