You are currently viewing Suplementos de cálcio fazem mal ao coração?

Se fala tanto sobre o uso de suplementos de cálcio para fortalecimento dos ossos. Mas será que eles não impactam na saúde do seu coração?

Afinal, a conexão entre o cálcio e as doenças cardiovasculares é plausível. Os depósitos de cálcio são parte da placa de obstrução da artéria. 

Eles também contribuem para o enrijecimento das artérias e interferem na ação das válvulas cardíacas. 

Mas para falar mais sobre essa conexão entre suplementos de cálcio e saúde cardiovascular, preparei o artigo abaixo com algumas informações importantes. Vamos conferir?

Riscos dos suplementos de cálcio

Existem algumas evidências de que os suplementos de cálcio podem aumentar o risco de infartos. 

Os suplementos de cálcio servem para tratar ou prevenir doenças ósseas, como a osteoporose.

Em geral, mais pesquisas são necessárias antes que os médicos saibam como os suplementos de cálcio afetam o risco geral da saúde cardiovascular. 

O que se sabe — e que precisa ser deixado claro — é que o cálcio de fontes alimentares, como laticínios e vegetais de folhas verdes, não é uma preocupação.

Tomar cálcio — com vitamina D — traz benefícios para aqueles que têm muito pouco cálcio ou perda óssea. 

Como acontece com qualquer problema de saúde, é importante conversar com seu médico ou profissional de saúde. Ele determinará o que é mais adequado para o seu caso. 

Leia também::: 5 dicas de estilo de vida para ter um coração forte

O que dizem os estudos

Na verdade a preocupação com os suplementos de cálcio surgiu após a divulgação de uma pesquisa feita na Nova Zelândia, que reuniu os resultados de 11 ensaios clínicos randomizados — o chamado padrão ouro da pesquisa médica — comparando os efeitos dos suplementos de cálcio e do placebo na prevenção da osteoporose ou do câncer de cólon.

Todos os ensaios também continham informações sobre a saúde cardiovascular dos voluntários. 

Conforme relatado no estudo, mais voluntários que tomaram cálcio tiveram infarto, derrame ou morreram repentinamente do que aqueles que tomaram placebo. 

Os pesquisadores notaram um aumento de 30% no risco de doenças cardiovasculares com suplementos de cálcio, o que parece assustador. 

Outra forma de colocar os resultados: 5,8% das pessoas que tomaram cálcio tiveram um evento cardiovascular, em comparação com 5,5% das que tomaram placebo.

Triagem de pontuação de cálcio

Diante desses resultados, os médicos passaram a medir o cálcio como um marcador da saúde da artéria coronária usando um exame de escore de cálcio (um tipo de tomografia computadorizada que localiza o cálcio nas artérias).

O cálcio fica nas placas das artérias, então, quando o vemos na varredura, ele serve como um marcador para a presença de placas.

Em pessoas mais velhas, é comum ter muito cálcio nas artérias. Mas em adultos de meia-idade, pode sinalizar um maior acúmulo de placa — e a necessidade de monitoramento mais próximo ou tratamento mais agressivo para a aterosclerose.

Leia também::: Sinais de alerta para a saúde do seu coração!

Priorize o cálcio na alimentação

Mas como mencionei acima, o cálcio é essencial para o corpo. Mas deve ser ingerido preferencialmente por meio da dieta. Desta forma, segundo os estudos, ele não apresenta riscos à saúde cardiovascular.

Em sua busca pela boa saúde, procure alimentos ricos em cálcio, como:

  • Tofu
  • Brócolis
  • Semente de Gergelim
  • Soja
  • Grão de bico
  • Chia
  • Aveia
  • Linhaça
  • Amêndoas

A maioria dos adultos deve ingerir 1.000 mg de cálcio por dia. Mulheres com mais de 50 e homens com mais de 70 devem tomar 1.200 mg. 

Em casos de deficiência de cálcio, a suplementação pode ser indicada, mas sempre por um profissional da área da saúde. Ele vai avaiar as necessidades individuais de cada pessoa, e analisar ainda o potencial risco de doença arterial coronariana.

Gostou do artigo sobre suplementos de cálcio e saúde cardiovascular? Para mais dicas e muita informação sobre saúde do coração, siga também meu canal no Youtube!